quinta-feira, 10 de novembro de 2016

“Festival Gastronômico” será novamente uma das atrações do Fest Frango e reunirá restaurantes e lanchonetes locais.

A Prefeitura de Santa Cruz segue com os preparativos para a 4ª edição do Fest Frango, que tem em sua lista de atrações o “Festival Gastronômico”. Restaurantes locais estarão instalados no Pátio da Matriz durante os três dias do evento (24,25 e 26 de novembro) oferecendo, a preço popular, pratos especiais preparados à base de frango. A proposta é valorizar a culinária local e mostrar os sabores que o frango pode proporcionar.

Uma consultoria foi contratada por meio do Sebrae para orientar os responsáveis pelas cozinhas dos restaurantes na criação dos pratos. Todos os estabelecimentos confirmados no evento já foram visitados e tiveram seus pratos definidos. Dois representantes de cada estabelecimento ainda participarão na próxima semana de uma oficina, em Natal/RN, sobre receitas que utilizam como ingrediente principal o frango, além de um curso de manipulação segura de alimentos que acontecerá no período de 21 a 23 de novembro, no auditório do Sebrae, em Santa Cruz/RN.

O “Festival Gastronômico” contará com as participações dos restaurantes “Refúgio e Requinte”, “Point Pizzaria”, “Redemais”, “Chapa Kenti”, “Sushi Bar”, “Chellys Top Saladas”, “Sérgio do Bauru” e “Kiosque Nossa Senhora de Fátima”

Santa Cruz ostenta já há alguns anos o título de maior produtor de frango do Rio Grande do Norte e o Fest Frango foi idealizado pela gestão da Prefeita Fernanda Costa para fomentar essa importante atividade econômica desenvolvida no município.


Foto: André Fotos

Apenas um hospital na Grande Natal oferece almoço aos servidores e acompanhantes


Sem mantimentos suficientes, hospitais param de fornecer alimentação de acompanhantes e servidores. Estoques de alimentos devem durar somente até a próxima semana, e o motivo é a falta de pagamento por parte da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) aos fornecedores. Ao todo são sete hospitais no RN que passam dificuldade e não têm como oferecer refeição.
Giselda Trigueiro está sem alimentação para acompanhantes e servidores desde esta quinta (10). O estoque garante apenas a alimentação de pacientes até o dia 20 de novembro. No João Machado, a alimentação para acompanhantes e servidores também foi suspensa. A comida que tem no estoque para os pacientes só dura até segunda-feira (14).
No Santa Catarina, os servidores e acompanhantes não têm refeição desde quarta-feira (09). Apenas a alimentação dos pacientes está garantida, mas com risco de acabar na terça (15). O hospital Maria Alice que já vem enfrentando uma situação bem difícil com o fechamento da UTI pediátrica, não terá almoço para os servidores a partir desta sexta (11). Para os acompanhantes e pacientes as refeições serão garantidas apenas por mais uma semana. O hospital também vive uma escassez de feijão há dois meses.
Walfredo Gurgel – maior hospital do estado, está há dois dias sem comida para os servidores e acompanhantes. A partir desta sexta (11), a Sesap irá fornecer quentinha até terça (15). Por falta de mantimentos, os servidores do Deoclécio Marques têm o cardápio restrito na janta. Falta frango e ovos desde o dia 01 de novembro, o feijão é somente para os pacientes. No Ruy Pereira, o almoço não é servido para servidores e acompanhantes, e o café da manhã e a janta têm o cardápio restrito.

No RN, estudantes ocupam prédio da Secretaria Estadual de Educação


Dezenas de estudantes ocuparam o prédio da Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Norte, em Natal, na tarde desta quinta-feira (10). Eles protestam contra a reorganização escolar proposta pelo governo do estado, e ainda contra a PEC 55 que tramita no Senado e estabelece um teto para os gastos públicos.
A Secretaria Estadual de Educação começou a reordenação das escolas do estado dividindo as instituições por série: algumas vão oferecer apenas ensino médio e outras apenas ensino fundamental. A medida, no entanto, não é aceita pelos estudantes já que a mudança fará com que eles estudem longe de onde moram.
A escola Jean Mermoz, no bairro Bom Pastor, é um exemplo das que passarão pela reorganização. A partir do próximo ano ela vai ofertar apenas o ensino fundamental. "Vai trazer grandes prejuízos para os nossos alunos já que essa é a única escola do bairro que tem o ensino médio", disse o vice-diretor da unidade, Antônio Lisboa. Estudantes da Escola Jean Mermoz e moradores do bairro fizeram um protesto nesta quarta-feira (9). O Estado alega que a reorganização é necessária para garantir a qualidade do ensino ofertado.

Com 112 metros, Árvore de Mirassol é acesa em Natal


A tradicional Árvore de Mirassol, localizada na Zona Sul de Natal, foi acesa oficialmente nesta quinta-feira (10) por volta das 19h. Dezenas de pessoas acompanharam o acender das luzes que encantam os natalenses neste período do ano. A capital potiguar também terá outras duas árvores natalinas localizadas na Zona Norte.
A estrutura da árvore tem 112 metros de altura e a decoração contempla a simbologia dos Reis Magos. A casa do Papai Noel também foi 'inaugurada' e ficará aberta às sextas, sábados e domingos das 18h às 22h.
Na Zona Norte, duas outras árvores de 30 metros estão sendo edificadas. Uma no entorno do Ginásio Nélio Dias, já em fase final, e uma outra no Espaço de Lazer Marinho Chagas, no Parque dos Coqueiros.

MPF processa deputado estadual do RN por desvio de recursos


Com base em um relatório da Controladoria-Geral da União (CGU), o Ministério Público Federal (MPF) ingressou com uma ação por improbidade contra o ex-prefeito de São Miguel e atual deputado estadual, José Galeno Diógenes Torquato. Outras sete pessoas e três empresas envolvidas no desvio dos recursos destinados à construção de uma unidade de saúde na zona urbana de São Miguel, em 2010, quando o parlamentar administrava o Município, também foram denunciadas. De acordo com o MPF, a licitação foi forjada e houve ainda superfaturamento de R$ 34 mil, cujo prejuízo foi coberto com recursos públicos, sem que a empresa sofresse qualquer sanção.

Governo Federal reconhece situação de emergência em 153 cidades do RN


A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, vinculada ao Ministério da Integração Nacional, reconheceu a situação de emergência por causa da seca em 153 - dos 167 - municípios do Rio Grande do Norte. A portaria que reconhece a emergência foi publicada na edição desta quinta-feira (10) do Diário Oficial da União (DOU).

Em 23 de setembro, o Governo do Rio Grande do Norte decretou estado de emergência nas mesmas cidades. De acordo com o decreto assinado pelo governador Robinson Faria, o estado fica livre para contratar, sem licitação, as obras e os serviços necessários para reduzir os efeitos para as consequências provocadas pela estiagem. O decreto vale por 180 dias a partir da publicação.
G1 já havia antecipado a intenção do governo de prorrogar a situação de emergência. O decreto é o 7º consecutivo em cinco anos de estiagem severa.
No decreto, o governador considera que os cinco anos de seca desestruturaram cadeias produtivas do estado, afetando inclusive as exportações e a arrecadação de impostos. De acordo com governo, a estiagem causou uma frustração, quase por completo, das safras de grãos, tubérculos e demais culturas de subsistência, desestruturou a cadeia produtiva do mel - inviabilizando as exportações - e reduziu a em mais de 30% a produção de milho, arroz, feijão e sorgo.
Ainda de acordo com o decreto, os prejuízos no setor agropecuário é estimado em algo superior a R$ 4 bilhões. Para o Estado, o prejuízo representa uma redução de 50% na contribuição do setor rural para a formação do Produto Interno Bruto do RN.
Além dos problemas econômicos criados pela estiagem, a falta de chuva também afeta o abastecimento da população das cidades atingidas. O Governo também considerou o relatório da Companhia de Águas e Esgotos do estado (Caern) que aponta 14 cidades em colapso e 79 com o fornecimento de água sendo feito por rodízio.
Segundo um relatório do Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn), dos 47 reservatórios de água com mais de 5 milhões de metros cúbicos de água no RN, 21 estão em volume morto e oito estão secos. Ainda de acordo com o Igarn, a tendência é que outros cinco entrem em volume morto até o fim do ano.

Socorro dos Anjos cumpre agenda administrativa em Brasília


A prefeita de Serra Caiada, Socorro dos Anjos (PSD), já está em plena atividade de articulação para o segundo mandato. Ao lado do esposo e ex-prefeito Faustinho Andrade, a gestora municipal cumpre agenda administrativa em Brasília em busca de recursos para mais uma etapa do seu projeto de governo.

Nesta quarta-feira (09), se reuniu com o deputado federal Fábio Faria para discutir a implantação do Mirante da Serra, um terminal turístico que vai auxiliar turismo religioso, ecológico e de aventura, complementando a rota de visitantes entre o litoral e o interior potiguar.

"Mostramos a importância do projeto do Mirante da Serra, onde trará o desenvolvimento turístico para nossa cidade. Com fé em Deus tudo dará certo, porque queremos colocar Serra Caiada na rota do turismo religioso", disse a prefeita, que segue na capital federal até o próximo sábado (12).

Com parceria da Prefeitura de Santa Cruz, formação de professores sobre combate ao trabalho infantil será lançada nesta quarta (09)


A Prefeitura de Santa Cruz é parceira do Canal Futura e da Fundação Telefônica no desenvolvimento de ações no município do projeto “Pedra, Papel e Tesoura” e, nesta quarta-feira (09), será lançado, no Teatro Municipal Candinha Bezerra, a partir das 14h, mais uma das ações do projeto, que consiste na formação de professores da rede pública de ensino. A capacitação dos professores ocorrerá na quinta-feira (10), das 8h às 12h, na sede do CREAS e tem por bjetivo sensibilizar e mobilizar os educadores para o enfrentamento ao trabalho infantil.

Santa Cruz tem se destacado no Estado e se transformou nesses últimos anos em um município referência quando o assunto é ações do Poder Público que buscam erradicar o trabalho infantil. Ações do próprio “Pedra, Papel e Tesoura” já foram desenvolvidas anteriormente, na ocasião, envolvendo alunos de escolas públicas.